Corruptos

O Brasil atravessa uma fase vergonhosa e desmoralizadora em todos os segmentos. Aproveito para deixar registrado uma sugestão. Ora, poderia libertar os presidiários comuns e colocar em suas vagas os condenados políticos. Acaso haveria vagas para todos os condenados de colarinho branco? Quem consegue avaliar e demonstrar o número de políticos corruptos, de empresários envolvidos, de malandros, bandidos, ladrões e fraudadores em todos os segmentos desta nação? Quais são as estatísticas? Há mais gente honesta e trabalhadora ou a maioria é composta de bandidos e malfeitores? Que país é este? Vergonhoso e sem moral! Há aqueles que se dizem "probos" e outros que se colocam como honestos. Qual é a diferença?

O honesto é aquela pessoa que tem comportamento natural e faz tudo corretamente, independente de lei. A moral, comportamento e o caráter da pessoa honesta são admiráveis, pois, nada a abala. Faz tudo corretamente mesmo quando alguém está ou não fiscalizando. É o caso de alguém que emprestou um livro para um conhecido e, passados dois anos o conhecido bate a porta devolvendo o livro. O dono do livro nem se lembrava mais, mas o honesto agiu corretamente. Existem os probos. O que é um probo? É aquele que age com probidade, ou seja, cumpre o que consta nas leis, mas se não houvesse lei para punir não teria comportamento correto, isto significa que não é honesto, mas apenas cumpridor das leis.

Já imaginaram colocar todos os corruptos, aproveitadores, fraudadores do erário e enganadores que dominam os poderes da União, dos Estados e dos Municípios, nos presídios ao lado dos assassinos, libertando todos os demais presidiários? Enquanto os corrutos não forem punidos definitivamente não haverá soluções. Acaso há políticos com competência, honestidade e preparados para substituir aqueles que são criminosos? Como agir para preparar os jovens que amanhã substituirão as autoridades atuais? Uma nova cultura precisa ser implantados. É um grande desafio!

Deixe uma resposta

Comentários