Suspeito morre após perseguição

Uma perseguição envolvendo a Guarda Civil Municipal (GCM) de Itaquaquecetuba, a Polícia Cientifica e três suspeitos em um Chevrolet Monza, terminou com uma morte na tarde de ontem pela ruas da cidade. O nome do homem morto ainda não foi divulgado, no entanto, ele é conhecido pela alcunha de Bob. Era ele quem dirigia o automóvel

Tudo começou pouco depois do meio-dia, quando o Monza, placa BYG-4782, passou em alta velocidade diante de uma equipe da GCM quando estes trafegavam pela estrada de Santa Isabel. Houve a ordem de parada por parte dos servidores, porém, o motorista do Monza continuou acelerando, dando sinais de que não iria parar.

Mais à frente, uma equipe da Ronda Ostensiva Tática com Apoio de Motocicleta (Rotam) também visualizou o veículo branco, e uma vez mais os GCMs ordenaram ao condutor do carro que parasse, e, de novo, a ordem foi ignorada.

A perseguição continuou e desta vez uma equipa da Polícia Cientifica que passava pelo local tentou ajudar realizando um cerco contra o Monza branco, entretanto, o motorista continuou fugindo.

Junto com o motorista havia outros dois indivíduos que saltaram com o carro em movimento na rua Acácia, no bairro do Jardim Odete. O pessoal da Rotam abordou os dois homens e os mandaram deitar no chão. Quando o desfecho parecia estar próximo, com a possível rendição também do motorista, os GCMs e os policias viram que o condutor continuou a fugir, mas um cerco montado dez metros à frente obrigou o Monza branco a parar.

Os policiais se aproximaram para abordar o homem, e quando chegaram perto do carro o suspeito mencionou sacar um arma, mas acabou levando um tiro antes que pudesse disparar.

Morte no hospital

Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e o homem baleado foi socorrido e levado para o Pronto-Socorro do Hospital Santa Marcelina. Ele chegou a dar entrada com vida na unidade, mas acabou morrendo logo depois. (F.M.)