Motociclista morre ao bater em cavalo

Policiais encontraram o condutor da moto e o cavalo, mortos, na madrugada de ontem
Policiais encontraram o condutor da moto e o cavalo, mortos, na madrugada de ontem - FOTO: Juliana Oliveira
O motociclista Douglas Faria Lima, de 36 anos, morreu ontem de manhã, na rua Vinte e Dois de Abril, no bairro Jardim Joandra, em Itaquaquecetuba, depois de se chocar contra um cavalo que passava pela rua, por volta das 5 horas. O animal também acabou morrendo em razão dos ferimentos na colisão.

A Polícia Civil registrou o caso como morte suspeita, uma vez que não há confirmação do que realmente ocorreu. De acordo com a Delegacia Central de Itaquá, policiais militares do 35º Batalhão foram chamados ao local e, quando chegaram, perceberam a motocicleta de Lima, uma Honda Twister, caída no chão.

Junto ao veículo estava o cavalo que foi atingido pela moto, que acabou morrendo no local. O motociclista, que também estava caído, foi levado para a Pronto Socorro (PS) do Hospital Santa Marcelina por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), entretanto ele morreu momentos depois de chegar.

Depois que a vítima foi levada pelo Samu, a PM preservou o local para que a perícia da Polícia Civil pudesse ser feita. Após o trabalho do perito, o animal morto foi removido da rua. O choque ocorreu perto da estação de trem de Itaquá. Como não houve tempo entre o resgate e a hospitalização, a família do motociclista foi avisada quando ele já estava no hospital

O trabalho da polícia agora será o de descobrir como ocorreu o acidente. Se ele foi causado por alguma imperícia por parte da vítima, problemas mecânicos, ou se o cavalo surgi repentinamente na direção de Lima. Outro probabilidade que deverá ser levantado é se um outro veículo poderia ter causado algum desequilíbrio na Honda Twister, guiada pela vítima. Um inquérito foi aberto para apurar melhor o acidente.

Deixe uma resposta

Comentários