Entrega de material escolar e uniforme muda em Suzano

As inscrições para o Ensino Fundamental I também estão em andamento
As inscrições para o Ensino Fundamental I também estão em andamento - FOTO: Mogi News/Arquivo
A Prefeitura de Suzano adotará um novo método de distribuição de uniforme e material escolar para os 25 mil alunos da rede municipal em 2018. Isso porque as peças e produtos serão entregues conforme a necessidade de cada estudante. A administração pretende investir aproximadamente R$ 25 milhões para fornecer a vestimenta e os itens aos alunos por dois anos.

Em nota, a administração municipal informou que não serão oferecidos kits de uniforme. "As peças de roupa e tênis serão adquiridos e ofertados aos alunos conforme a demanda, sendo peças de verão no início do ano e de inverno no segundo semestre". Segundo a resposta, assim a reposição pode ser feita de forma mais econômica, sem a entrega de "um kit inteiro para um aluno que rasgou apenas uma camiseta, por exemplo".

A rede tem aproximadamente 25 mil alunos e o planejamento é que todos sejam beneficiados com camisetas de manga curta e longa, bermuda/short saia, jaqueta (blusão), calça, meias e tênis. Para a compra das peças, a prefeitura abriu uma concorrência, no modelo de pregão presencial, onde vencerá a empresa que oferecer o menor valor. A ata tem custo inicial estimado de R$ 13.802.450 para os anos de 2018 e 2019, portanto, será uma média de R$ 6,9 milhões para cada ano.

A licitação para compra do material escolar também já foi aberta pelo Executivo. "Não se tratam de kits e sim de cestas de material escolar para atender os alunos da rede. Cada sala de aula receberá uma quantidade de material que será ofertado aos alunos pelos próprios professores conforme a necessidade. Mais uma vez, esta modalidade tem o objetivo de evitar desperdício de material", explicou a Prefeitura. O investimento total previsto é de R$ 11.211.666,92, sendo uma média de R$ 5,6 milhões por ano. Em nota, a administração reforçou que a "aquisição de todos estes itens depende de dois fatores: orçamento disponível e necessidade do município, por se tratar de uma ata".

Atrasos

A expectativa é que em 2018 a entrega dos materiais escolares aconteçam no início do ano letivo, já que neste ano os itens só forma repassados para os estudantes no segundo semestre. Já o uniforme, sequer existia dotação para a compra no Orçamento Municipal firmado pela gestão do ex-prefeito Paulo Tokuzumi (PSDB) para este ano.

Deixe uma resposta

Comentários