Obras vão interditar parte da estação Braz Cubas na segunda

Trabalhos já tiveram início durante esta semana, mas estação continuou com seu funcionamento normal
Trabalhos já tiveram início durante esta semana, mas estação continuou com seu funcionamento normal - FOTO: Divulgação
A partir de segunda-feira, a plataforma 2 da estação de Braz Cubas, da Linha 11-Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), sentido Estudantes, será interditada para obras de acessibilidade. Segundo a autarquia, serão feitos serviços de implantação de piso tátil, sinalização e principalmente, uma readequação na altura da plataforma, para diminuir o desnível entre o trem e a plataforma.

Os usuários que estiverem viajando em direção a Estudantes e necessitarem desembarcar em Braz Cubas deverão prosseguir até a estação Mogi das Cruzes para reembarcar no sentido Guaianases. Para quem embarcar na estação Braz Cubas que pretendem ir para a estação Mogi das Cruzes, devem embarcar no sentido Guaianases para descer em Jundiapeba e reembarcar no trem em direção a Estudantes.

As obras começaram em junho e o investimento é de cerca de R$ 1,1 milhão. As intervenções estão previstas para serem concluídas em dezembro e contemplam a implantação de rampas, corrimão, mapas, rotas táteis, vaga de embarque e desembarque preferencial, rebaixamento de calçada e passarela assistida para travessia de usuário com mobilidade reduzida entre as plataformas. Os serviços tem data prevista para término no dia 4 de novembro.

Ao todo, 47 estações da CPTM já são dotadas de equipamentos de acessibilidade. A autarquia se comprometeu ainda a disponibilizar em seu portal ferramenta que possibilite estabelecer a rota acessível entre dois pontos (um par de estações) para garantir o transporte. Caso não esteja acessível dentro do prazo estabelecido, o transporte será feito por meio de vans acessíveis entre estações.

A Câmara Municipal de Mogi vai pressionar o governo estadual para que a reforma das estações da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) saiam do papel, especialmente a de Mogi das Cruzes. A cidade ainda aguarda obras de acessibilidade nas demais estações, além da de Braz Cubas. Na semana passada, o vereador Antonio Lino da Silva (PSD) participou de uma reunião com a diretoria da autarquia junto com o prefeito Marcus Melo (PSDB) para conversar sobre o assunto.

Deixe uma resposta

Comentários