Esportistas aguardam nova pista de skate no Max Feffer

Frequentadores do parque estão bastante otimistas com a nova estrutura
Frequentadores do parque estão bastante otimistas com a nova estrutura - FOTO: Andre Pereira
Frequentadores da atual pista de skate do Parque Max Feffer, em Suzano, não veem a hora da inauguração da nova estrutura. A construção que tinha a previsão de ser entregue em abril ainda não atingiu 50% das obras, no entanto, poderá ser entregue no início do próximo ano, como informou a Prefeitura.

O Grupo Mogi News esteve no local para saber o que os admiradores desse esporte esperam do novo traçado, que está sendo erguido próximo à entrada da avenida Brasil, e encontrou bastante otimismo entre eles. "Está demorando muito para concluir, mas o importante é que a pista seja entregue logo, assim a população da cidade encontra um incentivo a mais para praticar o esporte", contou o motofretista Jefferson Nascimento de Jesus, de 35 anos.

Ele, que é morador do bairro Recanto Mônica na divisa de Suzano com Itaquaquecetuba, opinou que a pista será uma das melhores do Brasil. "Vai ser de profissional, não vai dever para nenhuma outra. Talvez melhor do que essa só fora do país", completou o motofrestista.

Por sua vez, o estudante Vinicius de Andrade, 16, destacou que o traçado pode ajudar a formar novos profissionais do esporte. "Eu gosto muito de andar de skate e acho que essa nova pista vai ajudar as pessoas que gostam do esporte e formar até profissionais", disse o rapaz, que mora no Jardim Imperador.

Porém, ao ser perguntado se ele mesmo se tornaria um atleta a ponto de disputar campeonatos, o estudante desconversou. "Acredito que não, mas quem sabe eu pego jeito e viro um skatista profissional", divertiu-se o jovem, segurando o skate na mão.

Questionada, a administração municipal, por meio da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos (UPAE), informou que "a obra está 43% concluída. A previsão de entrega é no início de 2018".

Já a Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos destacou que a construção da pista está em um momento que merece maior atenção. "A obra está na fase estrutural, de concreto armado. Os engenheiros explicam que para este tipo de obra, esta é a fase mais complexa, o equipamento exige curvaturas específicas para o alto desempenho e competitividade do esporte. Nesta fase está sendo definida a harmonia de concordância das curvas, inclusive com consultoria dos próprios atletas".

A pasta finalizou explicando que, ao término dessa fase, será implantado revestimento de alto desempenho para a acomodação de toda a estrutura.

Deixe uma resposta

Comentários