Horário de verão pode ser revisto em 2018

Medida começa a valer hoje e segue até fevereiro
Medida começa a valer hoje e segue até fevereiro - FOTO: Renato Araújo/ABr (Arquivo)
Desde a 0 hora de hoje é preciso adiantar os relógios em uma hora. O horário de verão entrou em vigor e permanece até o dia 18 de fevereiro de 2018 somente no Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Com o aumento das tarifas nas contas de energia elétrica, a medida pode contribuir para a redução de despesas no poder público, na iniciativa privada e também nos lares brasileiros. 

O principal objetivo é economizar energia, pois a luz natural estará presente durante mais tempo ao longo do dia, possibilitando que as luzes artificiais sejam menos utilizadas. No Brasil, não são todos os Estados que aderem ao horário, principalmente os do Norte e Nordeste ficam de fora, pois as latitudes são muito próximas à Linha do Equador, fazendo com que o período entre o nascer e o pôr do sol não se diferenciem como em outras regiões.

Nessa madrugada, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) manteve os trens em operação por mais uma hora, estendendo o horário de atendimento à população até as 2 horas da madrugada. As linhas de ônibus da Empresas Metropolitanas de Transportes Urbanos (EMTU) também ampliaram o funcionamento. 

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), o ONS e o Ministério de Minas e Energia divulgaram em agosto que devido à mudança no perfil de consumo de energia, o horário de verão poderia não ser adotado por não trazer resultados relevantes. Mas o governo manteve a medida, que deve ser reavaliada no próximo ano. (I.G.)