Mogi é única a ter Atividade Delegada

Programa prevê que Prefeituras paguem PMs de folga para reforço na segurança
Programa prevê que Prefeituras paguem PMs de folga para reforço na segurança - FOTO: Mogi News
Dentre as maiores cidades da região, Mogi das Cruzes é a única que possui convênio da "Atividade Delegada" com a Secretaria de Estado de Segurança Pública, investindo R$ 50 mil para que policiais militares atuem no município e contribuam para a segurança da população. A quantidade de agentes de segurança atuando em Mogi varia, dependendo da necessidade diária, que aumenta durante os finais de semana.

A Atividade Delegada é um programa que prevê que as Prefeituras paguem PMs para cuidarem da segurança pública do município durante seus dias de folga. A principal meta é reforçar a proteção nas cidades e a participação é voluntária, sendo permitido que trabalhem até 96 horas mensais na função. Os PMs andam fardados e armados, normalmente.

Segundo Paulo Roberto Madureira Sales, o coronel Sales, que é secretário de Segurança de Mogi, os índices criminais reduzem ao passo em que a população vê os policiais em circulação. "A Atividade Delegada contribui, diretamente, para a diminuição da incidência criminal na cidade", diz.

Em Suzano, a Prefeitura estuda implantar um sistema semelhante com a Guarda Civil Municipal (GMC), assim como o acordo com os agentes do Estado, pois ainda não há esse convênio com a secretaria. O trabalho da GCM é realizado em harmonia com as polícias Civil e Militar e muitas operações em conjunto são feitas.

Poá já teve o programa em 2013, mas não deu continuidade. A Secretaria de Segurança Urbana do município enviou um projeto à Polícia Militar, demonstrando novamente o interesse na Atividade Delegada, e aguarda os trâmites técnicos, administrativos e orçamentários.

Arujá e Ferraz de Vasconcelos afirmaram ter interesse no projeto e em realizar os acordos com a Polícia Militar, para que o serviço seja realizado na cidade mas, até o momento, não há prazos. 

A reportagem tentou contato com a Prefeitura de Itaquaquecetuba, porém não obteve retorno.

*Texto supervisionado pelo editor.

Deixe uma resposta

Comentários