Mais dois conselhos aprovam o Sesc

Conselheiros fizeram apontamentos nos encontros
Conselheiros fizeram apontamentos nos encontros - FOTO: Mateus Sartori/Divulgação
Mais dois conselhos municipais aprovaram, durante audiência, o projeto de instalação de uma unidade do Serviço Social do Comércio (Sesc) em Mogi das Cruzes, na área onde hoje funciona o Centro Esportivo do Socorro. Foram eles: Conselho Municipal da Educação e o Conselho Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana. Com isso, já são 19 audiências realizadas, todas elas com deliberação favorável ao Sesc Mogi.

Os membros da Conselho Municipal da Educação fizeram alguns apontamentos com relação ao projeto e as potencialidades do equipamento. Destacaram que um Sesc teria grande relevância para a área educacional do município, tendo em vista a oferta de inúmeras atividades de formação gratuitas aos professores da rede pública. Também foi ressaltado durante o encontro que professores de rede pública têm direito a 50% de desconto nas atividades pagas oferecidas pelo Sesc.

Uma demanda pontual também foi abordada durante este encontro, tendo como base o caso dos alunos da Escola Municipal Etelvina Cáfaro Salustiano, no Conjunto Jefferson, que fazem uso do espaço do Centro Esportivo do Socorro no contraturno escolar. Após o questionamento de para onde essas atividades seriam transferidas, foi esclarecido que a Secretaria Municipal de Educação já identificou o Centro Esportivo do Rodeio como um local que pode absorver esta demanda.

Já na audiência com o Conselho Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana, o foco do debate foi a questão do impacto de um Sesc às adjacências do Centro Esportivo do Socorro, tendo em vista que trata-se de uma região altamente adensada e com grande fluxo de veículos. Neste ínterim, os conselheiros foram lembrados que, justamente para evitar problemas com este tema, já ficou definido que um funcionário da Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo deve participar das comissões de análise dos projetos do Sesc Mogi.

Os membros do Comutran também abordaram temáticas relacionadas ao atendimento de pessoas com deficiência, levantando a possibilidade de o Sesc realizar um projeto de atendimento às crianças do Pró-Escolar e também destacando a importância de o prédio atender a toda as normas de acessibilidade, incluindo as vagas de estacionamento.

Bunkyo

Mais uma audiência pública foi realizada ontem seguindo os moldes da que foi realizada no dia 2 de outubro, no Theatro Vasques. O evento aconteceu na sede administrativa do Bunkyo, na Vila Industrial, e foi agendada a pedido dos próprios membros da associação. 

Até o dia 29, também é possível se manifestar sobre o projeto por meio da enquete "Quero um Sesc em Mogi?".

Deixe uma resposta

Comentários