Mogi ganha título de 'Interesse Turístico'

Em comparação com a pesquisa de 2017, Mogi das Cruzes subiu 11 colocações
Em comparação com a pesquisa de 2017, Mogi das Cruzes subiu 11 colocações - FOTO: Divulgação/PMMC
A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou na noite de ontem a classificação de Mogi das Cruzes como Município de Interesse Turístico (MIT). O deputado estadual Marcos Damasio (PR), autor do Projeto de Lei 66/2017, que pede a classificação, comemorou a aprovação.

De acordo com o parlamentar, a cidade passará a contar com recursos estaduais anuais de aproximadamente R$ 600 mil, que ajudarão a impulsionar ainda mais o turismo mogiano, gerando emprego e renda. "Este é mais um dos projetos no qual defendo a criação de oportunidades e não poderia estar mais feliz de beneficiar a minha cidade com essa classificação, que tenho certeza que vai refletir de forma muito positiva em nossa economia", disse.

Agora, o Projeto de Lei 987/2017 (que contempla Mogi e mais 30 cidades), aprovado pelos deputados, segue para sansão do governador Geraldo Alckmin. "Já vinha trabalhando há algum tempo para incluir Mogi neste terceiro lote. Sabemos que o turismo divulga e projeta a cidade e gera mais desenvolvimento", concluiu Marcos Damasio.

Mais cidades

O projeto concede o benefício a outras 30 cidades: Altinópolis, Araraquara, Araras, Areias, Cabreúva, Campina do Monte Alegre, Cardoso, Cruzeiro, Itapuí, Itupeva, Jaú, Lençóis Paulista, Limeira, Lins, Mairiporã, Mira Estrela, Nazaré Paulista, Novo Horizonte, Rancharia, Registro, Riolândia, Rosana, Santa Branca, Santa Cruz do Rio Pardo, Santo Expedito, São Simão, Tabatinga, Tambaú, Uchoa e Votuporanga.

Já são Municípios de Interesse Turístico: Agudos, Barretos, Brodowski, Buritama, Espírito Santo do Pinhal, Guararema, Iacanga, Jundiaí, Martinópolis, Monte Alto, Pedreira, Piedade, Rifaina, Rubinéia, Sabino, Sales, Santa Isabel, Santo Antônio da Alegria, Tapiraí e Tatuí.