Corinthians encara 'guerra de nervos' contra o Grêmio

Técnico Renato Gaúcho comanda o Grêmio desde setembro de 2016
Técnico Renato Gaúcho comanda o Grêmio desde setembro de 2016 - FOTO: Divulgação
Corinthians e Grêmio fazem mais um jogo em que o clima de decisão está presente graças à irregularidade do líder do Campeonato Brasileiro no segundo turno e ao esboço, pequeno, de reação do vice-líder. Ofensas ao árbitro, comentários ácidos sobre o adversário, desdém com a partida, entre outros pontos, ajudam a apimentar ainda mais o duelo que será realizado às 21h45, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pela 29.ª rodada.

Nos últimos tempos, gremistas e corintianos se acostumaram a travar confrontos cheios de polêmicas. A última delas ficou por conta do presidente do time gaúcho, Romildo Bolzan Júnior, que nesta terça-feira ofendeu o árbitro catarinense Heber Roberto Lopes, escalado pela CBF para apitar o jogo de hoje "Podemos até ganhar, mas já arrumaram um jeitinho: botaram o Heber, esse careca vagabundo paranaense", disse, chamando ainda Heber de "caseiro", em entrevista ao canal ESPN.

O curioso é que o retrospecto do Corinthians em jogos com o árbitro não é positivo. Foram 14 vitórias, 13 empates e 15 derrotas. "Não influencia em nada, ainda mais se tratando do Heber, que é um árbitro experiente. Foi um pouco pesado (a declaração de Romildo Bolzan Júnior)", preferiu minimizar o técnico Fábio Carille.

Se os gremistas vencerem, a diferença para o Corinthians diminui para seis pontos. Essa possibilidade é encarada com um certo receio pelos paulistas. "Temos de entrar focados e sabendo que eles precisam mais do resultado. Nós ainda somos líderes", lembrou o goleiro Cássio.

Embora o Corinthians tenha tido uma queda de rendimento e de resultados no segundo turno, a diferença para o segundo colocado aumentou. Ao término da primeira metade do Brasileiro, era de oito pontos. Hoje, a diferença é de nove (58 a 49).

O técnico Renato Gaúcho havia dito que o Corinthians despencaria no Brasileirão. De fato, o líder caiu. Mas seu time tem rendimento ainda pior neste segundo turno.