Adolescente morre com tiro acidental

Ocorrência foi registrada em um boletim no Distrito Policial de Santa Isabel
Ocorrência foi registrada em um boletim no Distrito Policial de Santa Isabel - FOTO: Daniel Carvalho
O estudante Gustavo de Souza Graça, de 16 anos, morreu anteontem à noite dentro de uma chácara, localizada em Santa Isabel, depois de levar um tiro na cabeça. Outro adolescente estava segurando a arma quando ela disparou. De acordo com as primeiras informações, o objeto teria disparado de forma acidental. O caso foi registrado na Delegacia de Santa Isabel.

Apuração feita pela reportagem apontou que a vítima estava na companhia de outros dois colegas, onde passavam o feriado prolongado em uma chácara. Os garotos teriam jogado sinuca o dia inteiro na companhia do dono do estabelecimento, mas, já no período da noite, o proprietário deixou o trio e seguiu até um comércio para comprar comida e buscar algumas pessoas na rodoviária de Arujá.

Tudo corria bem até que os três notaram uma movimentação estranha na mata. Um dos meninos, que é parente do proprietário, resolveu pegar a arma que ele guardava para tentar impedir um possível assalto.

Entretanto, a movimentação suspeita era dos próprios clientes do local, que andavam pelo espaço. Aliviados, o menor que estava com a arma resolveu guardar o objeto. Nesse momento, a arma teria disparado e acertado em cheio o estudante, que morreu logo depois.

A Polícia Militar foi chamada e isolou a área. Agentes da Polícia Civil também estiveram presentes e até o momento o caso é tratado como disparo acidental, porém, somente o resultado do laudo pericial irá confirmar o que ocorreu na chácara. Os dois menores foram encaminhados para a Vara da Infância e Juventude de Guarulhos.

No mesmo dia, em Poá, um policial militar que estava de folga matou um suspeito durante uma tentativa de roubo de celular. A vítima da ação era o próprio PM, que reagiu e acabou disparando contra o homem. O caso ocorreu na rua Vieira Ortiz, no bairro Vila Cleto. O registro foi realizado na Delegacia de Poá.

Deixe uma resposta

Comentários