Prédio onde funcionava antiga escola do Sesi está abandonado

Espaço poderá ser usado para servir de escola de administração civil e militar
Espaço poderá ser usado para servir de escola de administração civil e militar - FOTO: Felipe Claro
Durante esta semana, o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PR) e o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, tiveram uma reunião em Brasília para discutir planos e modelos de ensino em Suzano. De acordo com o prefeito, a cidade poderá ter uma escola cívico-militar no antigo prédio do Sesi, localizado no bairro Jardim Monte Cristo.

De acordo com os moradores, durante os últimos anos, a região do antigo prédio está sendo alvo de diversos tipos de ocorrências. A população local reclama de segurança e de policiamento na região.

Para o aposentado Eneias Carvalho Novaes, de 64 anos, mudanças nas proximidades já estavam sendo planejadas durante esses anos, porém, de acordo com o morador, nenhuma foi concretizada e hoje o lugar está abandonado. "Na época que a escola estava ativa era tudo muito bom, a rua vivia com movimento de carros e peruas, hoje em dia só tem movimento de bandido. Alguns políticos vieram aqui para prometer diversas mudanças no local, mas a única coisa que fizeram foi cortar o mato", afirmou o morador indignado.

Sobre um novo modelo de escola cívico-militar, Novaes disse que irá ajudar bastante Suzano. "Uma nova escola, com um sistema novo, seria muito viável para cidade e para o prédio. Eu acho que se começar do zero, vai ser muito bom, fora que vai dar mais segurança para os moradores daqui. Não pelo fato do que vai ser, mas sim por ter um prédio funcional''.

Outros moradores, que não quiseram se identificar, disseram que a prefeitura abandonou o prédio e que isso era um descaso com o local. Porém, os moradores esperam que com essas mudanças, os problemas de segurança se resolverão.

Cívico-Militar

Desde quando foi publicada a informação sobre a reunião entre o ministro da Educação e o prefeito de Suzano sobre modelo de escola cívico-militar, a reportagem vem tentando contato com a Prefeitura de Suzano, a Secretaria de Estado de Educação e o Ministério da Educação para saber como é esse modelo. Porém, ninguém conseguiu responder até ontem. Apenas o ministério informou que "é uma demanda técnica, que precisa ser analisada''.

Na semana passada, o ministro da Educação disse, por meio das redes sociais, que iria se reunir com o prefeito de Suzano, para debater a implantação desse modelo na Escola Estadual Professor Raul Brasil, porém, a Secretaria de Estado da Educação afirmou que o ministro não havia conversado com o responsável pelo pasta, o secretário Rossiele Soares, e que a secretaria não tinha nenhuma informação sobre o modelo cívico-militar fora e dentro da escola Raul Brasil.

*Texto supervisionado pelo editor.

Deixe uma resposta

Comentários