Vereadores cobrarão pasta de Transportes sobre radar fixo

Diegão: 'População não pode sair prejudicada'
Diegão: 'População não pode sair prejudicada' - FOTO: Divulgação
A Comissão Permanente de Transporte e Segurança Pública da Câmara de Mogi das Cruzes vai convidar o secretário de Transportes, José Luiz Freire de Almeida, para esclarecimentos sobre radares móveis na cidade. A informação foi divulgada ontem pelo presidente da comissão, o vereador Jean Lopes (PCdoB), após o parlamentar Diego de Amorim Martins (MDB), o Diegão, denunciar a instalação de um radar móvel no distrito de Cezar de Souza, na avenida Francisco Rodrigues Filho, na Vila Suissa. De acordo com o parlamentar, munícipes entraram em contato com ele dizendo que o equipamento estava escondido no local, o que não faz parte do plano de ações da Secretaria de Transportes divulgadas neste jornal.

O emedebista ressaltou que entrou em contato com a Secretaria de Transportes ainda ontem e pediu para que o equipamento fosse retirado. A solicitação foi aceita e o radar, removido, no entanto, segundo o vereador, o equipamento de fiscalização voltou a ser instalado no mesmo local, no período da tarde. "Pela manhã estava em Cezar de Souza e recebi a denúncia de um radar escondido. Fui até o local e constatei o equipamento e, na mesma hora, liguei para o secretário de Transportes, José Luiz, e ele me informou que pediu para retirar o radar, mas à tarde, lá estava ele escondido novamente", disse Diegão.

O assunto foi debatido amplamente em plenário. De acordo com Caio Cunha (PV), é preciso cuidado nessa averiguação, por isso, sugeriu a investigação do caso. "Não é de hoje que o tema é colocado em pauta. Defendo que o radar deve ser instalado para inibir acidentes, mas sou contra "camuflar" o equipamento".

Outro vereador que tratou a ação como "injusta", foi Mauro de Assis Margarido (PSDB). "Temos que tomar uma atitude sobre isso, o cidadão não tem condições de transitar dessa forma com um equipamento colocado de forma escondida. Vamos fazer uma força-tarefa para tentar acabar com isso", ressaltou.

Multas

Os vereadores aproveitaram a oportunidade para criticar a arrecadação de valores provenientes de multas. "O dinheiro arrecadado está sendo investido em qual campanha de trânsito?", questionou Diegão. Essa é uma das questões que ele espera que seja respondida pela Secretaria de Transportes.