Vereador descarta nova CEI pelo aumento da passagem

Concessionárias CS Brasil e Princesa do Norte conseguiram reverter decisão que reduziu tarifa para R$ 4,25
Concessionárias CS Brasil e Princesa do Norte conseguiram reverter decisão que reduziu tarifa para R$ 4,25 - FOTO: Daniel Carvalho
Questionado pela reportagem sobre a possível criação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar e investigar a licitação do contrato com as empresas de transporte público e o aumento da tarifa de ônibus, o atual presidente da Comissão Permanente de Transportes e Segurança Pública da Câmara de Vereadores de Mogi das Cruzes, Jean Lopes (PcdoB), afirmou que não há necessidade de uma nova mesa de discussão para tratar do tema, uma vez que já existe uma que discute esse e outros assuntos.

A reivindicação foi feita pelo Movimento Acredito, que apresentou justificativas sobre o ofício que eles protocolaram pela instauração de uma CEI. O parlamentar ainda disse que essa é uma opinião pessoal, mas que será discutida com os outros integrantes da comissão permanente para se chegar a uma conclusão.

O Movimento Acredito, que solicitou uma nova comissão, analisa com preocupação a demora no procedimento de resposta aos 5 mil assinantes do abaixo-assinado pela redução da tarifa. "Mesmo sendo uma pauta urgente para a população, a questão do transporte coletivo parece não ser uma prioridade para os políticos da cidade", afirmou o Movimento Acredito, por meio de nota.

*Texto sob a supervisão do editor.

Deixe uma resposta

Comentários