Garotos tentam colocar Tricolor na semifinal

Considerado azarão nas quartas de final do Campeonato Paulista, o São Paulo só precisou de uma boa atuação para afastar a impressão ruim da torcida e chegar ao duelo de hoje contra o Ituano com boas chances de avançar. O time do Morumbi precisa somente de um empate para carimbar sua vaga à próxima fase e a tendência é que o técnico Vagner Mancini mantenha a base da equipe que venceu o rival por 2 a 1 no jogo de ida.

Isso implica as presenças de Igor Gomes, Liziero, Luan e Antony, todos formados nas categorias de base em Cotia. O primeiro foi o herói do confronto de ida ao marcar os dois gols do time e os outros tiveram bom desempenho - o atacante Antony talvez tenha tido uma atuação um pouco abaixo de seus companheiros.

"Um atleta de qualidade que possui uma personalidade forte tem muitas chances de chegar num grupo profissional e mostrar o que sabe. Isso aconteceu com vários jogadores que saíram de Cotia e agora com o Igor Gomes. Com poucos jogos como profissional, ele entrou num jogo decisivo como titular e conseguiu fazer dois gols", afirmou Pedro Smania, coordenador das categorias de base do São Paulo em Cotia.

A chance apareceu para Igor Gomes por causa das lesões do titular Hernanes e do experiente Nenê, que atuam na mesma posição que ele. O garoto de 20 anos enfrentou o São Caetano, teve uma boa atuação, mas foi melhor ainda no duelo seguinte, contra o Ituano. Como Hernanes e Nenê não têm condições de jogo, ele será mantido e entra em campo hoje em Itu bastante motivado.

O dinamismo dos garotos formados em Cotia empurrou o time para frente e fez com que o Ituano, que vinha fazendo um bom Paulistão, tivesse dificuldade para atacar. Luan e Liziero no meio, como volantes, protegiam a zaga e também mostravam qualidade para iniciar as jogadas. Esses fatores foram importantes para o time sair em vantagem no duelo. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários