Setores do Comércio já podem voltar a funcionar

Antes que esses comércios possam voltar, locais devem ser higienizados
Antes que esses comércios possam voltar, locais devem ser higienizados - FOTO: Wanderley Costa/Secop Suzano
A Prefeitura de Suzano determinou ontem a retomada parcial de algumas atividades comerciais na cidade. A medida altera o decreto municipal nº 9.432, de 16 de março de 2020, e segue em alinhamento com o governo do Estado de São Paulo e o Ministério Público quanto às ações para conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19).

Os novos segmentos autorizados a funcionar são lava-rápidos; lavanderias; casas de materiais para construção; estacionamentos próximos a unidades de saúde; oficinas de veículos automotores; borracharias; estabelecimentos de beneficiamento e processamento de produtos agropecuários ou que vendem insumos agropecuários, medicamentos de uso veterinário, vacinas, suplementos, defensivos agrícolas, fertilizantes, sementes e mudas; e comércios de tintas.

Para o retorno dos serviços citados, os proprietários deverão realizar a higienização do ambiente e providenciar aos seus colaboradores itens de prevenção contra o novo coronavírus, como luvas, álcool em gel e máscaras.

Vale lembrar que a decisão está de acordo com a deliberação publicada no Diário Oficial do Estado no último sábado. A medida considera que os segmentos mencionados configuram o fornecimento de produtos essenciais à realização de reparos emergenciais, além de manterem o funcionamento da construção civil e da indústria.

Também é importante reforçar que Suzano segue em quarentena conforme o decreto estadual nº 64.881/2020, que prevê a suspensão de atividades e serviços privados não essenciais, a exemplo de academias, clubes, shopping centers, cinemas, teatros e comércio em geral até 7 de abril.

Sem interrupção

Continuam funcionando normalmente desde o início do confinamento: farmácias e drogarias; açougues e casas de carnes; mercados, supermercados e atacadistas (exceto aos domingos); pet shops; padarias (sem consumo em balcão); quitandas; lojas de produtos de limpeza e descartáveis; postos de combustíveis; e clínicas e consultórios médicos e odontológicos.

Outros decretos publicados pela Prefeitura de Suzano (9.432 e 9.437/2020) dispõem sobre a suspensão de eventos e aulas na rede municipal de ensino, bem como apresentam medidas temporárias e emergenciais de prevenção contra o contágio pelo novo coronavírus no âmbito da administração pública direta e indireta. 

Deixe uma resposta

Comentários