Arena Suzano é referência para partidas nacionais de voleibol

Em agosto do ano passado, Arena recebeu amistoso entre Brasil e Argentina
Em agosto do ano passado, Arena recebeu amistoso entre Brasil e Argentina - FOTO: Mariana Acioli
Cidade do vôlei, polo do vôlei brasileiro, casa do vôlei. Esses são alguns dos apelidos que Suzano carrega por ter uma história de conquista de títulos na modalidade. Outro marco é a construção da Arena Suzano, iniciada em agosto de 1995, quando a prefeitura era comandada pelo prefeito Paulo Tokuzumi (PSDB). O investimento inicial foi de R$ 2,5 milhões.

Na época, o time de vôlei da cidade, o Report Suzano, que atuou nos anos 90, era recheado de estrelas frequentemente convocadas para representar o Brasil em mundiais e Olimpíadas. Com dois títulos nacionais e o crescimento da torcida, surgiu a necessidade de dispor de um local maior para os jogos, que ocorriam no Complexo Poliesportivo Paulo Portela.

Sabendo desse entusiasmo pelo vôlei, o projeto da Arena prosseguiu com o governo de Tokuzumi, cuja proposta era virar símbolo do esporte suzanense, mas a obra do chamado "Coliseu" foi interrompida um ano depois por falta de verba. Surgiu, então, uma sequência de reformas e mais reformas propostas por outros administradores.

Na gestão do então prefeito Estevam Galvão (DEM), logo após o mandato de Tokuzumi, uma verba de R$ 4,5 milhões foi destinada ao espaço, mas que não foi suficiente para a sua conclusão. O mesmo aconteceu com o sucessor, Marcelo Cândido (PDT), que recebeu um investimento da Caixa Econômica Federal de R$ 2,4 milhões, mas utilizou somente R$ 960 mil, quase 40% do valor na recuperação do ginásio, que seguiu inacabado.

Coube a Paulo Tokuzumi, criador do projeto e eleito novamente para a prefeitura, prosseguir a obra em 2015. Com uma verba de R$ 10 milhões liberada por meio do Desenvolve SP, os trabalhos foram retomados e não pararam desde então.

Depois de 25 anos de espera, a Arena Suzano foi inaugurada em novembro do ano retrasado pela atual administração do prefeito Rodrigo Ashiuchi (PL), que recebeu mais
R$ 3,5 milhões do governo do Estado para a conclusão do projeto.

A espera valeu a pena. Na abertura do "Coliseu", teve casa cheia e bom voleibol em quadra, com a combinação nostálgica do vôlei de Suzano. Além de uma solenidade homenageando ex-atletas, a Arena recebeu o Jogo dos Campeões, partida disputada entre atletas que atuaram no time de vôlei da cidade nos anos de 1990 e 2000.

Com um espaço de 10 mil metros quadrados de área e capacidade para 4 mil torcedores, o ginásio é referência no Estado para a Confederação Brasileira de Voleibol por suas características técnicas. A Arena já abrigou, ao longo de dois anos, jogos importantes do calendário nacional, como a final da Superliga masculina e amistosos da seleção brasileira de vôlei feminino.

*Texto supervisionado pelo editor.

Deixe uma resposta

Comentários