Lojas de material de construção podem abrir

O governo do Estado de São Paulo liberou o funcionamento das lojas de materiais de construção durante o período de quarentena estabelecido em todo território paulista como medida de prevenção para diminuir os riscos de contaminação pelo coronavírus. A decisão foi publicada no Diário Oficial de sábado passado, por meio de uma deliberação do Comitê Administrativo Extraordinário Covid-19, que inclui as lojas de materiais de construção na relação de estabelecimentos de atividades essenciais, "considerando que estas fornecem os produtos necessários para a realização de reparos civis emergenciais, bem como para manter o funcionamento da construção civil e indústria, (...), desde que observadas normas sanitárias no contexto do Covid-19", diz o documento.

A quarentena está em vigor desde o dia 24 em todos os 645 municípios do Estado de São Paulo. A medida, que tem validade de 15 dias e pode ser prorrogada.