Escolas municipais da região antecipam recesso dos alunos

Ação quer reduzir riscos de infecção pela Covid-19 em estudantes e educadores
Ação quer reduzir riscos de infecção pela Covid-19 em estudantes e educadores - FOTO: PMMC/Divulgação
Escolas municipais do Alto Tietê já começaram a antecipar o recesso escolar dos alunos. Cidades como Mogi das Cruzes, Suzano, Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos se pronunciaram para confirmar as novas medidas contra o avanço do coronavírus (Covid-19). Somente Poá ainda não aderiu a medida, recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e pelo o Ministério da Saúde. Segundo a Prefeitura, a questão está sendo estudada pelo Executivo e poderá ser definida em breve.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes explicou ontem que irá antecipar o recesso para os mais de 47 mil alunos da rede municipal de ensino. Os alunos de escolas e creches da cidade estarão em recesso de 8 a 30 de abril, devido às ações preventivas ao novo coronavírus. Inicialmente, a Pasta havia antecipado os 12 dias previstos para a formação de professores.

De 23 de março a 7 de abril, os professores estarão em teletrabalho, participando de formação a distância. A Secretaria de Educação está desenvolvendo um material para que os alunos possam fazer atividades em casa.

Em Suzano, a Secretaria Municipal de Educação já havia anunciado, no começo do mês, o recesso dos professores e alunos, que começou no dia 23 e irá até abril. No momento, a Pasta está produzindo conteúdo a distância, caso o isolamento se prolongue além do período de recesso.

Os alunos de Itaquaquecetuba também entrarão em recesso. Os estudantes que estão em casa, conforme a suspensão das aulas, terão o período de férias antecipado para o período de 13 a 30 de abril. A data poderá ter mudanças, de acordo com o avanço do coronavírus na região.

Já em Ferraz de Vasconcelos, a antecipação do recesso escolar que ocorreria entre 9 e 22 de julho para os alunos da rede municipal, foi adiantada para o dia 2 a 15 de abril. Mesmo com as aulas suspensas e tendo o recesso escolar, a Educação ferrazense está finalizando a construção de uma plataforma digital que irá oferecer atividades on-line para os estudantes da rede, para que ninguém seja prejudicado.

Estado

A Prefeitura de São Paulo decidiu antecipar o recesso escolar de julho, que vai ocorrer entre os dias 23 de março e 9 de abril, conforme já publicado pelo Mogi News. A medida vale para estudantes, professores, auxiliares de desenvolvimento infantil e de vida escolar, estagiários, instrutores e intérpretes de Libras. Ao todo, a medida alcança mais de 1 milhão de alunos e 80 mil educadores, distribuídos em mais de 4 mil escolas.

Segundo o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, "estamos tomando a mesma linha que o governo do Estado já adotou, com a antecipação das férias a partir de segunda-feira. Temos ações conjuntas e sempre complementares".

As novas medidas pretendem reduzir os riscos de infecção pela Covid-19 (coronavírus) em estudantes, educadores e demais pessoas que trabalham ou frequentam os espaços sob gestão da Secretaria Municipal de Educação.

*Texto supervisionado pelo editor.