Médicos da USP pedem cuidado com supostos remédios contra o coronavírus

Um grupo de professores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), que tem conduzido uma série de pesquisas sobre o coronavírus, escreveu uma carta em apelo para que se leve a sério a ciência e os estudos clínicos que possam realmente identificar um tratamento para a doença. "A ciência não é opinião, e consiste exatamente em estabelecer relação de causa e efeito. Muitas observações podem ser feitas sobre exames e medicamentos em relação à Covid-19, mas estabelecer uma relação correta requer método científico e ética", escreveram. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários