Instituto Butantã prevê zerar hoje a fila de testes

A estimativa do Instituto Butantã é zerar hoje a fila acumulada de testes para o coronavírus. Em 7 de abril, 17 mil amostras estavam pendentes de análise. "Isso já se reduziu. Esperamos anunciar que a fila foi zerada", garantiu o diretor da instituição, Dimas Covas. Ele justificou a fila como resultado da dificuldade de obter insumos e da centralização dos exames no Instituto Adolfo Lutz. Por isso, no início do mês, o governo do Estado criou uma rede com outros hospitais e hemocentros estaduais da capital e do interior para acelerar as análises. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários