Santas Casas do Alto Tietê aguardam repasse estadual

Santa Casa de Mogi das Cruzes
Santa Casa de Mogi das Cruzes - FOTO: Felipe Claro
As Santas Casas de Mogi das Cruzes e Suzano já estão se articulando para receber parte do repasse de R$ 100 milhões, anunciado na terça-feira pelo governador João Doria (PSDB), que será distribuído para 377 santas casas e hospitais filantrópicos ou municipais de pequeno porte ao longo dos próximos quatro meses, para combater o avanço do coronavírus (Covid-19). Os repasses têm início neste mês e serão feitos até julho.

A iniciativa prevê um valor mensal de R$ 25 milhões para que hospitais e santas casas possam ter reforço no custeio para atendimento a seus pacientes. O objetivo é que esses hospitais aumentem a capacidade e desafoguem os atendimentos de média e alta complexidade que possam receber doentes e infectados com coronavírus

Sobre os repasses estaduais, a Santa Casa de Suzano, por meio da Prefeitura, explicou que o Conselho Fiscal Voluntário já estuda as medidas e critérios para adesão deste recurso. Porém, em relação à linha de crédito liberada pelo governo federal, a entidade informou que está providenciando a documentação para dar entrada junto à Caixa Econômica Federal e ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para análise de crédito e assim aderir a ao financiamento.

Em Mogi, a Santa Casa explicou que ainda não teve detalhes da liberação do Estado e nem contato, mas que toda linha de crédito ou mesmo repasse, neste momento, são bem-vindos para auxiliar no combate contra o coronavírus.

No Alto Tietê, as Santas Casas de Santa Isabel, Guararema e Salesópolis também devem receber parte desse repasse para ampliar a capacidade de atendimento na rede de saúde e evitar que o sistema seja pressionado pelo aumento no número de pacientes infectados pelo coronavírus

*Texto supervisionado pelo editor.

Deixe uma resposta

Comentários