Cai em 73% o número de passageiros nos ônibus

O número de passageiros transportados pela concessionária Expresso Planalto em Itaquaquecetuba caiu 73% durante o primeiro período de quarentena estipulada por decreto estadual e municipal que se encerra hoje.

Os dados foram solicitados pela Secretaria Municipal de Transportes para avaliação do comportamento dos usuários e melhorar a logística do serviço prestado e mostram que em dias normais, antes de pandemia do coronavírus (Covid-19) se instalar na região, se transportava em torno de 55 mil passageiros, hoje esse número não tem chegado a 15 mil.

Além do monitoramento da quantidade de passageiros do sistema de transporte público e do número de ônibus nas ruas, o secretário de Transportes, Rosinaldo Castro, também está verificando a higienização dos veículos, visando evitar a proliferação do Covid-19 dentro dos coletivos e, consequentemente, a contaminação dos usuários..

"Tenho acompanhado de perto o trabalho de higienização realizado pela empresa, em cada parada nos terminais os veículos estão sendo limpos conforme solicitado", disse Castro.

O secretário explicou, também, que a empresa tem cumprido os horários e ampliado o número de coletivos nos horários de pico com o objetivo de evitar excesso de passageiros nos veículos.

Para o segundo período de quarentena, que vai até o dia 22 de abril, o secretário alertou para um possível aumento da quantidade de passageiros. "Em Itaquaquecetuba o que temos visto é cada vez um número maior de pessoas nas ruas, isso com certeza vai se refletir no transporte", comentou.

O prefeito Mamoru Nakashima (PSDB) decretou ontem a prorrogação da quarentena no município, seguindo as orientações do governo do Estado. 

Deixe uma resposta

Comentários