Hospitais de campanha terão 370 leitos para o Alto Tietê

O Alto Tietê irá contar com cinco hospitais de campanha com capacidade para 370 leitos. As prefeituras de Mogi das Cruzes, Suzano, Poá, Ferraz de Vasconcelos e Arujá já confirmaram as unidades para ajudar no combate ao coronavírus (Covid-19). A expectativa é de que todas as unidades entrem em funcionamento neste mês.

A reportagem procurou a Prefeitura de Mogi das Cruzes, para entender um pouco mais sobre o maior hospital de campanha da região, localizado na Avenida Cívica, ao lado do Ginásio Municipal Professor Hugo Ramos, no Mogilar, que irá contar com uma capacidade para acomodar 200 leitos para casos leves e moderados.

O Executivo mogiano explicou que toda estrutura está sendo montada com o valor repassado do governo estadual de R$ 4.905.271,58, para a construção e captação de equipamentos, e já deve ficar pronta na semana que vem.

As contratações de funcionários ainda não está definida, mas a Prefeitura já confirmou que irá contratar uma instituição especializada, de forma emergencial, para gerenciar a unidade.

Em Suzano, o hospital, anunciado nesta semana, está sendo montado na Arena Suzano, no Jardim Imperador. O local terá 80 leitos para comportar casos leves e moderados, e deve entrar em operação na próxima semana.

De acordo com a Prefeitura, a estimativa é que cerca de 220 profissionais atuem no local, como enfermeiros, auxiliares de enfermagem, médicos, pessoal do setor administrativo e limpeza. Assim como a unidade de Mogi, Suzano terá colaboradores gerenciados por uma Organização Social (OS) de Saúde, neste caso o Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS).

Até o momento Suzano, já recebeu o montante de R$ 2.980.782,70 para o combate à Covid-19, sendo aplicado em diversas ações, como a implantação do hospital de quarentena e nas compras de materiais. O valor é uma somatória do repasse do governo Estadual de R$ 2.391.506,70 e R$ 589.276,00 do Fundo Nacional de Saúde (FNS).

Em Ferraz a unidade contará com 30 leitos, sendo 20 para casos leves e moderados e dez de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes mais graves, que irá funcionar no Ginásio de Esporte Professor Adão Dias dos Santos. Já em Arujá, os estudos estão avançados para a implantação de uma unidade com 30 leitos, mas o local e o prazo ainda não foram divulgados.

Apoio

Para que todos os município do Alto Tietê tenham uma força conjunta, o presidente do Consórcio de Desenvolvimento do Municípios do Alto Tietê (Condemat) e prefeito de Guararema, Adriano Leite (PL), explicou ontem que todas as unidade poderão dar suporte aos municípios menores, principalmente porque os prefeitos atuam de forma integrada e no apoio um aos outros

Já Itaquaquecetuba é a única que não contará com um hospital de campanha no momento, por não ter condições financeiras de conduzir um projeto sozinha que, segunda a Prefeitura, possui espaços disponíveis, mas depende do estado para realizar a implantação

*Texto supervisionado pelo editor.