Mogi Basquete pode abandonar NBB

O Mogi Basquete não descarta a possibilidade de abandonar a temporada do Novo Basquete Brasil (NBB) assim como outros dois clubes já o fizeram. A reportagem apurou que a diretoria do clube irá aguardar mais informações e repercussões sobre a pandemia do coronavírus (Covid-19), que paralisou a temporada regular da competição nacional para tomar uma decisão oficial.

Há a clara possibilidade ainda, da definição sobre o futuro do time mogiano estar atrelado diretamente com as decisões tomadas pela Liga Nacional de Basquete (LNB), uma vez que Nilo Guimarães é dirigente do clube e, simultaneamente, presidente da entidade que comanda a NBB.

A confirmação de abandono da temporada já foi realizada por Bauru e Pinheiros, duas equipes que haviam se classificado para os playoffs da competição e que anunciaram a desistência da principal competição nacional neste ano por motivos financeiros.

A decisão de Bauru foi tomada pela diretoria em acordo com o elenco e com a LNB, em função da pandemia da Covid-19 e a crise causada pela doença no país. "Todos estão passando por um momento muito difícil tanto do ponto de vista de saúde quanto financeiro. Diante deste cenário, optamos por adotar uma condução proativa, ponderada e responsável", explicou o presidente André Goda.

Já o Esporte Clube Pinheiros foi além. Após o caso de Bauru, o clube da capital paulista, sexto melhor do país, anunciou a demissão de todos seus jogadores e falou em renovação do esporte profissional. "Para reformular o time em um panorama em que a própria LNB não decidiu se o campeonato irá concluir, o que é perfeitamente normal, não se ter uma decisão formal, já que esta situação da pandemia é algo novo para todos nós, comunicamos nesta semana a rescisão do contrato dos atletas antecipadamente", informou o clube, por meio de nota para a imprensa.

Deixe uma resposta

Comentários