Secretaria de Saúde oferece atendimento psicológico

O Programa de Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Convivência e Cooperativa (Cecco), implantou ontem um atendimento psicológico para funcionários que estão atuando de forma direta ou indireta no combate ao novo coronavírus no município.

O objetivo é ofertar um serviço de acolhimento e orientação psicológica para os funcionários em sofrimento ou dificuldades para lidar com o momento atual. Inicialmente, quatro profissionais de saúde mental darão início aos atendimentos. Caso a demanda aumente, outros psicólogos estarão prontos para darem sequência às ações.

"O atendimento começa com um acolhimento psicológico para compreender como está o emocional do funcionário e as dificuldades psicológicas advindas do momento que a pessoa está enfrentando. Após esse primeiro contato, o psicólogo fará uma orientação e, se necessário, serão agendados novas sessões", explica a psicóloga Patrícia Regina Vieira Rocha, gerente do Cecco.

O secretário municipal de Saúde, Henrique Naufel, destaca a importância do atendimento psicológico aos profissionais. "Poucos municípios têm essa visão de acolhimento aos profissionais da saúde. Estamos vivendo um momento delicado para todos e é necessário manter a saúde mental em dia, principalmente das pessoas que estão trabalhando em favor da população, no combate ao Covid-19, e outras áreas pertinentes à saúde", comentou.

Atualmente, em Mogi das Cruzes são cerca de 2,8 mil funcionários trabalhando de forma direta e indireta nos equipamentos de saúde, o que compreende unidades básicas, unidades de Pronto Atendimento, Estratégia Saúde da Família, hospitais, vacinação e outros serviços que são ofertados de forma emergencial, campanhas, programas e tratamentos que não podem ser interrompidos.

Há estudos em andamento para ampliar este atendimento à população, mas, por enquanto o atendimento é voltado apenas aos funcionários da saúde. Eles poderão entrar em contato pelo telefone (11) 99532-2081.