Testes estariam sendo desviados em Ferraz

Uma denúncia feita em Ferraz de Vasconcelos afirmou, na sexta-feira, que um dos assessores do prefeito de Ferraz de Vasconcelos, José Carlos Fernandes Chacon (Repubicanos), o Zé Biruta, e alguns vereadores, desviaram uma quantia de testes rápidos para a detecção do coronavírus (Covid-19). De acordo com as informações, os kits de testes teriam sido fornecidos pela mesma empresa que está construindo o hospital de campanha no município.

Os profissionais de saúde que atuam na cidade e necessitam destes materiais para identificar a doença em diversos pacientes que estão na fila de espera pelo diagnóstico sequer sabem da suposta existência destes materiais. O nome do assessor e dos vereadores possivelmente envolvidos no crime não foram divulgados.

Os desvios dos testes rápidos para o coronavírus estariam sendo feitos pelas autoridades públicas para a distribuição aos seus familiares e amigos. De acordo com o presidente de Câmara de Ferraz de Vasconcelos, Agílio Nicolas Ribeiro David (PSB), a única informação que chegou até ele foi a compra de aproximadamente 2 mil testes rápidos pelo prefeito.

"A informação que tenho é que o prefeito comprou aproximadamente 2 mil testes pela Consórcio de Desenvolvimentos dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) e eles ainda não chegaram até o município para a utilização dos médicos e enfermeiros", concluiu. Até o fechamento desta edição, apesar das denúncias, a Prefeitura de Ferraz não havia se manifestado, o que deve ocorrer na próxima semana. (T.M.)

Deixe uma resposta

Comentários