18% da população posterga pagamento do IPTU de abril

A Prefeitura de Mogi das Cruzes suspendeu o vencimento da parcela de abril do IPTU como medida para reduzir o impacto financeiro provocado nas famílias em razão da pandemia do novo Coronavírus. Ainda assim, o valor pago chegou a 61,9% do total previsto para o mês. "De R$ 12 milhões lançados no orçamento, para o mês de abril, obtivemos uma receita de R$ 7.435.951,83. Isso demonstra que, mesmo num momento de dificuldade, as pessoas ficaram sensíveis à causa, pois sabem que a Prefeitura depende da arrecadação para que as ações sejam mantidas", afirma o secretário municipal de Finanças, Clovis da Silva Hatiw Lú Jr.

"Como a inadimplência costuma ficar em torno de 20%, em condições normais a receita ficaria em aproximadamente 80% do previsto. Portanto, com esses quase 62% que alcançamos, podemos considerar que apenas 18% optaram por postergar o pagamento de abril", completa o secretário.

O vencimento da parcela de abril ficou para o segundo semestre de 2020. A data ainda será definida. Os contribuintes que optaram pelo benefício devem imprimir uma segunda via no site da Prefeitura. "Se o contribuinte utilizar a lâmina do carnê, o banco ou internet banking não identifica a postergação e haverá cobrança de juros, multas e correção monetária. Imprimindo a segunda via, já haverá outra data para pagamento, sem acréscimos. Mas é importante esclarecer que não se trata de isenção de IPTU, é uma suspensão do vencimento da parcela de abril", reforçou Hatiw Lú.

Demais tributos e as parcelas do IPTU de maio e junho permanecem com as respectivas datas de vencimento inalteradas.