Mogi fecha março sem mortes de trânsito em vias municipais

Mogi das Cruzes não registrou mortes no trânsito no mês de março, de acordo com os dados do sistema Infosiga. Os números foram divulgados pelo governo do Estado na tarde de ontem. Com o resultado de março, Mogi das Cruzes fecha o primeiro trimestre com uma redução de quase 80% nas mortes registradas em vias municipais.

Nos três primeiros meses de 2020 foram registradas três mortes em acidentes de trânsito nas ruas e avenidas de Mogi das Cruzes. O índice é 78,5% menor que no mesmo período do ano passado, quando aconteceram 14 óbitos. Já se forem considerados os óbitos em todas as vias no município, a queda no primeiro trimestre é de 60,8% - passando de 23 em 2019 para 9 neste ano.

"A queda no número de mortes é um dado importante para a cidade porque representa vidas que são salvas. Neste mês de março, tivemos um período atípico com a quarentena para o combate à pandemia de Covid-19 e, consequentemente, diminuição no número de veículos em circulação. Mesmo assim, é bastante positivo a cidade não registrar nenhum óbito durante o mês, seja nas vias municipais quanto nas vias estaduais", afirmou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

No mês de março houve uma diminuição na circulação de veículos em Mogi das Cruzes devido às medidas de restrição de circulação, adotadas em todo o estado de São Paulo. O acompanhamento realizado pela Secretaria Municipal de Transportes dos veículos que transitam pelos pontos de fiscalização eletrônica na cidade mostrou uma diminuição de 36,2% na passagem de veículos do dia 9 de março, quando o acompanhamento começou, e o dia 30 de março. O índice chegou a ser de 43,2% no dia 24 de março.

A queda no número de acidentes também confirma uma tendência que vem sendo verificada no município desde o ano passado. Em 2019, o índice de mortes nas vias municipais foi 21% menor que o de 2018. Considerando-se todo o território do município, a queda foi de 4,8%.

Para chegar a estes números, a Prefeitura realiza um trabalho intensivo e integrado que busca a diminuição no número de acidentes e a melhoria da segurança viária nas vias municipais, que compreende ações de sinalização, engenharia de tráfego, fiscalização e educação para o trânsito e também tem a participação do Comitê Municipal de Segurança Viária.

Alto Tietê

O número de mortes em Suzano, em decorrência de acidentes de trânsito em março, diminuíram em comparação ao mesmo período do ano passado cerca de 71%. Já no Alto Tietê a redução foi de 16 casos para 10, cerca de 37% de acordo com o levantamento do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes (Infosiga) do Estado de São Paulo (leia maisna página 7).