Sessões ordinárias continuam de forma virtual nas câmaras

Sessões na Câmara de Mogi têm presença apenas dos membros da mesa diretiva
Sessões na Câmara de Mogi têm presença apenas dos membros da mesa diretiva - FOTO: Diego Barbieri/CMMC
As câmaras municipais do Alto Tietê já começaram a se programar para dar continuidade às sessões ordinárias, mesmo com a obrigatoriedade do distanciamento social imposto pelo novo coronavírus (Covid-19). Neste período de quarentena, os encontros serão mantidos de forma virtual. As cidades de Mogi das Cruzes, Suzano e Itaquaquecetuba já anunciaram planos completos para dar andamento ao novo sistema.

Em Itaquá, por exemplo, a primeira sessão virtual foi realizada na tarde da quinta-feira passada, às 15 horas. Nas semanas anteriores, o Legislativo testou a alternativa com o aplicativo Zoom para realizar reuniões e sessões de forma virtual. A reunião de quinta-feira teve mais de duas horas de duração e transcorreu como qualquer sessão presencial, com falas acaloradas, debates, denúncias e aprovações de medidas. Embora o Zoom não possibilite transmissões ao vivo, para manter a transparência dos trabalhos a câmara vai gravar todas as sessões e disponibiliza-las posteriormente no Youtube.

No município de Mogi das Cruzes todos os detalhes também já foram acertados para mais uma sessão on-line, que acontecerá na próxima terça-feira. De acordo com as informações do presidente do Legislativo mogiano, Sadao Sakai (PL), uma sessão será transmitida toda semana por meio da TV Câmara. "As sessões serão feitas no plenário, onde somente os membros da mesa diretiva irão participar presencialmente. Os demais vereadores terão acesso à sessão via on-line", explicou Sakai.

Já o Legislativo de Suzano explicou que o ato da Mesa Diretiva, publicado no dia 9 de abril, que dispõe sobre os procedimentos e regras para prevenção do coronavírus, ficou definido o retorno das sessões ordinárias da Câmara de Suzano, mas sem acesso ao público, assim como eventuais sessões extraordinárias e audiências públicas. A primeira sessão, depois deste ato, aconteceu no dia 15 de abril. A câmara permanece fechada para evitar aglomerações. O acesso só é permitido para vereadores, servidores, estagiários, terceirizados, imprensa, assessores de entidades e órgãos públicos, além de fornecedores e empregadores que prestam serviço no local.

De acordo com a Câmara Municipal de Ferraz, as sessões ordinárias serão retomadas presencialmente na próxima segunda-feira, às 9 horas. A Casa mudou excepcionalmente apenas o horário, que era às 18 horas. "Além disso, a mesa diretora proibiu a presença de público no plenário, dispensou a participação de dois vereadores com idade acima de 60 anos e reduziu o número de assessores que atuam diretamente nos trabalhos ordinários", finalizou.

Por fim, a Câmara Municipal de Poá esclareceu que duas ferramentas destinadas às transmissões das sessões virtuais ainda estão sendo estudadas. Caso o sistema obtenha êxito, as atividades on-line terão início nas próximas semanas.

*Texto supervisionado pelo editor.

 

Deixe uma resposta

Comentários