Média de idade dos mortos por coronavírus é de 66 anos

Após um mês da data em que foi registrado o primeiro óbito no Alto Tietê, levantamento do Grupo Mogi News realizado ontem aponta que a média de idade das vítimas fatais do novo coronavírus - 27 homens e 26 mulheres - se estabilizou em 66 anos. Os dados são referentes às 53 mortes registradas até a última quinta-feira.

Desde 24 de março, quando foi confirmado o primeiro óbito pela Covid-19, a doença atacou inicialmente pessoas idosas, até que semanas depois começou a fazer vítimas com idade próxima aos 35 anos. As primeiras cinco mortes na região - um homem e uma mulher de Suzano, de 81 e 72 anos; um homem e uma mulher de Mogi das Cruzes, de 69 e 77 anos; e outra mulher de Arujá, de 70 anos - foram de idosos com idade superior a atual média, o que indica que ao longo das últimas semanas o vírus fez vítimas cada vez mais jovens.

Mesmo com média de idade alta, a quantidade de mortes de pessoas abaixo dos 60 anos chama a atenção. A cada três pessoas que morrem em decorrência de complicações por coronavírus no Alto Tietê, ao menos uma possui menos de 60 anos. De acordo com o levantamento realizado pela reportagem, 18 adultos já faleceram.

A vítima mais jovem até o momento é um homem de 37 anos que faleceu na última quinta-feira. Não distante deste caso, no último dia 17, um homem de 38 anos, morador de Ferraz de Vasconcelos, faleceu em decorrência da doença. A média de idade das vítimas fatais adultas, inclusive, é de 49 anos.

No último dia 16, por exemplo, três pessoas da região - duas mulheres e um homem - abaixo dos 55 anos faleceram (em Ferraz, a mulher de 50; em Mogi das Cruzes, a de 55; e em Santa Isabel, o homem de 50 anos). Estas foram as únicas três mortes anunciadas neste dia.

Um adolescente de 15 anos, de Pernambuco, é uma das vítimas do coronavírus mais jovens até o momento no Brasil. A Secretaria Estadual de Saúde não confirmou, na oportunidade, se o adolescente possuía doenças prévias que já dificultariam a recuperação da Covid-19.

Do outro lado desta realidade, a Covid também fez vítimas próximas aos cem anos, como uma mulher de 95 anos e um homem de 94 anos, ambos em Ferraz de Vasconcelos - em 17 e 15 deste mês, respectivamente - que morreram por causa da doença.

No último dia 22, o número de mortes divulgadas teve um aumento significativo. Foram 11 mortes anunciadas no mesmo dia, em oito municípios da região.

Recuperados

Ainda há notícias otimistas para o cenário da Covid-19 na região. Em Mogi das Cruzes, por exemplo, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, 75 pessoas já se recuperaram da doença até a última sexta-feira. Esse número equivale a pouco mais de quatro vezes a quantidade de pessoas mortas pela patologia no município, atualmente em 17.

Deixe uma resposta

Comentários