Prefeitura pede informação à Caixa sobre auxílio de R$ 600

A Prefeitura de Mogi das Cruzes protocolou um pedido à Caixa Econômica Federal para receber a prestação de informações sobre o Auxílio Emergencial dos mogianos, disponibilizado pelo governo federal. A estimativa é de que 22 mil famílias do Bolsa Família de Mogi das Cruzes recebam, juntas, cerca de
R$ 24,5 milhões com o benefício até o final de abril.

O vice-prefeito de Mogi, Juliano Abe (MDB), destacou durante uma live realizada na quarta-feira passada, ao lado prefeito Marcus Melo (PSDB) e do secretário municipal de Saúde, Henrique Naufel, que o Executivo se reuniu na segunda-feira passada com algumas instituições financeiras e solicitou aos banco que desburocratizem o sistema de financiamento, aproveitando também para enviar uma solicitação à Caixa, para que o município tenha mais informações regionais sobre o auxílio oferecido pela União.

Federal

Segundo a Caixa Econômica, os números divulgados pelo órgão são apenas em nível nacional, não chegando as áreas municipais e que, desde o dia 9 de abril, já creditou R$ 23,5 bilhões para 33,2 milhões de brasileiros. Até agora, 45,9 milhões de pessoas já concluíram o cadastro no site e no aplicativo em todo país.

Adiado

Na quinta-feira passada ocorreria a distribuição da segunda parcela do auxílio emergencial para as pessoas que ainda não haviam recebido a quantia prometida de
R$ 600, no entanto, o governo federal anunciou que tal antecipação não iria mais ocorrer por enquanto devido ao alto número de pessoas que ainda estão aguardando a confirmação por parte da Caixa.

*Texto supervisionado pelo editor.