Estadista ou político da hora?

Os papéis sociais se complementam o tempo todo. Existe médico em função de doente; professor em função de aluno; plateia em função de artista e assim interminavelmente. Políticos e Estadistas padecem dessa característica.

Estadista é pessoa versada nos princípios ou na arte de governar, ativamente envolvida em conduzir os negócios de um governo e em moldar a sua política; ou ainda a pessoa que exerce liderança política com sabedoria e sem limitações partidárias. Para Aristóteles, o que o Estadista mais quer produzir é um certo caráter moral nos seus concidadãos.

Para alguns religiosos, virtudes e valores cristãos são inseparáveis da prática política, do bom governo e da figura do rex justus. A cosmovisão do governante deveria incluir felicidade na espiritualidade, homens bons e virtuosos, amizades honestas, unidade, paz e comunhão social. O governante pio e virtuoso inspira súditos igualmente pios e virtuosos, pelos quais é amado. A natureza é tomada como modelo para o governo dos homens e o governante tem o papel ordenador análogo ao do Divino.

Já em Maquiavel, a condução do Estado é considerada uma arte, e o Estadista, um autêntico artista. Para ele, o estadista é adaptável às circunstâncias, harmonizando o próprio comportamento às exigências da realidade. Sua virtude é a flexibilidade moral, a disposição de fazer o que for necessário para alcançar e perenizar a glória cívica e a grandeza. O Estadista pratica a política da colmeia, o "político" pratica a política da abelha. No primeiro, tudo se subordina ao interesse coletivo. No segundo, tudo se subordina ao interesse pessoal.

Normalmente ocorre de o Estadista ser incompreendido, preocupado que está com o longo prazo, toma decisões impopulares a curto prazo, enquanto a maioria dos políticos preocupa-se com resultados imediatos de suas ações. Assim pode se dizer: o Estadista se preocupa com a próxima geração e o político com a próxima eleição. Sem qualquer conotação irônica para a realidade vivida.

Deixe uma resposta

Comentários