Feriado em casa

O feriado prolongado deste final de semana, que começa amanhã com a celebração da Sexta-Feira da Paixão e vai até o domingo de Páscoa, pode ser um atrativo perigoso para o relaxamento do isolamento social, pelo qual as pessoas estão passando, às duras penas, por conta da tentativa de controlar o avanço do coronavírus. É tradição para muitas famílias a reunião ao redor da mesa no almoço de domingo, evento que costuma juntar muitas pessoas em espaços reduzidos, justamente um dos fatores que mais contribuem para a propagação da doença.

O período coincide com a elevação no registro de casos positivos e de mortes no país inteiro. Para os especialistas da área da Saúde, estas próximas três semanas serão as mais críticas na evolução da doença e, por isso, as regras de isolamento devem ser obedecidas como nunca. Ontem, de acordo com o Ministério da Saúde, foram registradas 133 mortes no país, ultrapassando a marca das 114 oficiais do dia anterior. O total de pessoas infectadas no Brasil pela Covid-19 já chegou a 16 mil.

Preocupado com a situação, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), fez um apelo ontem para que as pessoas evitem viajar durante o feriado e se mantenham isoladas em casa para contribuir com os rigores da quarentena. "Peço que não se desloquem. As praias estão fechadas, no Litoral Norte, no Litoral Sul e na Baixada Santista. Isso foi uma determinação do governo de São Paulo e uma orientação correta de prefeitos e prefeitas das cidades do litoral do Estado de São Paulo", solicitou Doria.

Nos municípios do Alto Tietê, a fiscalização deve ser intensa nos próximos dias, como forma de coibir qualquer tipo de relaxamento das regras de reclusão. No final de semana passado, a Guarda Municipal da região flagrou diversos comerciantes burlando as determinações do Estado. Mesmo com todas as recomendações expressas, algumas casas noturnas insistem em abrir as portas para o público.

O momento é extremamente delicado e requer a consciência e colaboração de todos. Que as pessoas entendam que a melhor forma de comemorar a Páscoa será mesmo a reflexão dentro do isolamento social.

Deixe uma resposta

Comentários