Gesto nobre

A atitude do prefeito de Guararema, Adriano Leite (PL), de reduzir em 30% o próprio salário e de seu vice para redirecionar o dinheiro à cobertura de despesas da Saúde, na difícil luta para conter o avanço do coronavírus, merece aplausos. Além disso, o Executivo da cidade também vai cortar 20% dos vencimentos dos secretários municipais e de funcionários públicos que atuam no gabinete do prefeito para a mesma finalidade. Coerente, a Câmara de Guararema também decidiu pela redução de 20% dos ganhos dos vereadores até o final deste ano para engrossar o investimento na causa mais que justa.

Por mais que possa parecer oportuna e demagógica, a iniciativa em Guararema é bem mais sensata do que não se fazer nada neste momento tão delicado que o mundo está passando de enfrentamento de uma crise sanitária de proporções jamais vistas. O crescente número de casos confirmados de Covid-19 e de mortes em decorrência da doença elevaram as despesas com a Saúde muito além de qualquer previsão. É preciso, então, fazer caixa urgente para a compra de insumos para abastecer hospitais e na aquisição de equipamentos destinados às unidades de campanha montadas nas cidades.

Escolhido no início deste mês para a Presidência do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) em substituição ao licenciado Marcus Melo (PSDB), prefeito de Mogi das Cruzes, Adriano Leite tomou uma decisão simples que deveria ser seguida por todas as outras cidades da região. Assim, a ação solidária-financeira ganharia maiores dimensões e poderia ser imitada em mais municípios, abrangendo os poderes Executivo e Legislativo, num primeiro momento, justamente por pessoas que foram escolhidas pelo voto para defender os interesses da população.

O gesto poderia também despertar uma reflexão mais profunda a respeito das eleições municipais programadas para este ano, ainda mantidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e de um volume de dinheiro dos fundos partidários que teria um destino bem mais humano. Não seria o momento de compreender o verdadeiro sentido da política e ajuda aos mais necessitados? Fica o recado.

Deixe uma resposta

Comentários