Einstein desaconselha o uso da cloroquina

O Hospital Israelita Albert Einstein distribuiu comunicado a seus médicos, anteontem, em que desaconselha a utilização da cloroquina para tratamento de pacientes infectados por coronavírus. Apesar de haver testado o medicamento no combate à doença, a instituição declarou em nota ontem que nunca teve um protocolo de uso da cloroquina e da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19.

Médicos do corpo clínico aberto, porém, estavam prescrevendo a cloroquina em acordo com os pacientes. O uso, nesse caso, era "off label", quando um remédio é receitado fora das indicações contidas na bula - que seguem orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O comunicado tem por base uma declaração da agência de controle de drogas e alimentos dos Estados Unidos (FDA), que revogou a autorização de uso emergencial da cloroquina e da hidroxicloroquina como tratamento para pacientes com Covid-19. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários