Futuro diretor da Artesp é cobrado sobre alça de saída

A construção de acessos para Poá e Suzano no Trecho-Leste do Rodoanel Mário Covas (SP-21) foi um dos assuntos abordados pelo deputado estadual André do Prado (PL) durante a questionamentos do engenheiro Milton Persoli, indicado pelo governo do Estado de São Paulo para o cargo de diretor-geral da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transportes (Artesp), em reunião virtual da Comissão de Transportes e Comunicações, da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

O parlamentar cobrou uma medida para a construção das alças de saída do Rodoanel na rodovia João Afonso de Souza Castellano/Major Pinheiro Froés (SP-66), no entanto a estrada dos Fernandes, em Suzano, também é candidata a receber a alça. "Há três anos luto para que a concessionária, que administra o trecho leste do Rodoanel (SPMar), faça essa importante obra, que facilitará o acesso aos municípios da região", relembrou. Atualmente, quem trafega pelo Rodoanel precisa ir até a rodovia Ayrton Senna (SP-70) para ter acesso às cidades da região.

Persoli reforçou que, confirmada sua indicação ao cargo, fará a interlocução junto à concessionária para tratar sobre o acesso e se comprometeu a visitar o local. "Vou verificar o que aconteceu para conhecer os motivos pelos quais essa obra não foi executada, se está prevista no contrato ou não e buscar uma alternativa", disse. Na região, já existem duas alças de acesso ao anel viário pela SP-66

Os parlamentares aprovaram a indicação dele para o cargo por dez votos favoráveis. Agora, a proposta será levada ao plenário para votação.