Santa Casa retoma as obras de reforma do Pronto-Socorro

A Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes está retomando as obras de reforma e adequação do Pronto-Socorro (PS). A última etapa da obra deverá ter início nesta segunda-feira e tem previsão para ficar pronta após 60 dias, quando o espaço deverá ser reaberto à população.

A intervenção no PS é realizada por etapas, sendo que já foram concluídas todas as que não necessitavam de interrupção no fluxo de atendimento do serviço, faltando apenas a fase final e mais crítica, que envolve o Setor de Urgências e Emergências e toda a parte externa da entrada, sala de triagem, área de recepção e parada de ambulâncias.

A reforma e adequação do PS tem o objetivo de proporcionar um atendimento mais confortável, seguro e acolhedor, além de melhorar a estrutura e fluxo de atendimento para todos os pacientes que procuram atendimento médico no hospital. Todos os processos da obra seguem os protocolos de segurança dos pacientes e colaboradores.

Nas etapas já concluídas foram reformados os sanitários públicos, setor de classificação de risco, consultórios, mudança de parte da cabine primária de energia, setores de observação feminina e masculina, isolamento, sala de gesso, pediatria, sala de utilidades, conforto médico, observação infantil, sala de sutura, farmácia satélite e sala de acolhimento e triagem de gestantes.

A reforma e adequação do Pronto-Socorro é uma obra realizada por meio de uma emenda parlamentar no valor de R$ 402.234,32 do ex-deputado Valdemar Costa Neto. Tinha previsão de término para outubro de 2019, mas, face aos impactos constantes durante a obra, já que a mesma foi sendo feita sem interrupção dos atendimentos no PS, sofreu atrasos.

Nova etapa

A partir de segunda-feira, a portaria do Pronto-Socorro permanecerá fechada, sendo que toda a entrada de pedestres será feita pela Entrada 1 (Portaria Central) para pacientes de urgência e emergência, síndrome gripal, maternidade e clínica cirúrgica e Entrada 2 (Portaria do Ambulatório de Especialidades) para pacientes de convênios, ortopedia e clínica médica.

Todos os consultórios, setor de observação masculina e feminina, setor de emergência e demais serviços oferecidos pelo Pronto-Socorro foram transferidos e realocados em outros pontos do hospital. O acesso de ambulâncias e veículos para embarque e desembarque de pacientes se dará pela Entrada 1.

De acordo com informações da direção e provedoria da Santa Casa, foi elaborado um novo fluxo com o objetivo de minimizar possíveis transtornos aos usuários e profissionais de saúde. Segundo o plano, não haverá interrupção dos serviços do PS, pois os atendimentos, nesta etapa final, permanecem normalmente dentro do hospital.

Deixe uma resposta

Comentários