Câmara aprova aumento no desconto à previdência

Iduigues:
Iduigues: "Não é justo com os funcionários" - FOTO: Mariana Acioli
O projeto da Prefeitura de Mogi das Cruzes que aumenta a contribuição previdenciária dos servidores públicos municipais de 11% para 14% foi aprovado na tarde de ontem na Câmara Municipal, com votos contrários de vereadores de oposição. A medida visa alinhar o Instituto de Previdência de Mogi das Cruzes (Iprem) a algumas exigências da reforma da Previdência, aprovada pelo Congresso Federal em 2019.

O aumento da alíquota para 14% é uma exigência da Secretaria de Previdência do governo federal para os municípios que possuem déficit atuarial, que é a falta de recurso imediato em caixa para cobrir a soma de todos os benefícios dos servidores ativos e inativos até a morte do último segurado. Para esse cálculo é definida uma expectativa de vida de aproximadamente 75 anos, além de outras variáveis mais complexas.

"Lamento muito pelo momento difícil na vida das pessoas. Não é correto, não é justo fazer isso com os funcionários públicos", afirmou o vereador Iduigues Martins (PT) que, ao lado de seu companheiro de partido, Rodrigo Valverde (PT), votaram contra a medida.

Outros parlamentares argumentaram ser contra o aumento do desconto, como o vereador Mauro Araújo (MDB). Entretanto, segundo o vereador, quem votasse contrário ao projeto iria prejudicar o município futuramente. "Esse é o remédio amargo que a gente não quer dar", resumiu Araújo.

Na mesma sessão, a Câmara aprovou os projetos que obrigam agências bancárias instaladas no município a realizarem limpeza frequente dos terminais de autoatendimento, disponibilizarem álcool em gel aos clientes e a orientarem clientes nas filas de autoatendimento quanto ao distanciamento social.

Homenagem

A Câmara deve receber hoje a liberação da Prefeitura para nomear a Maternidade Municipal, que está sendo construída em Braz Cubas. Tudo indica que o nome a ser escolhido é o do fundador da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), Manoel Bezerra de Melo, o padre Melo. (F.A.)

Deixe uma resposta

Comentários