Sesc planeja iniciar atividades no primeiro semestre de 2021

Sesc informa que ações de cultura e esporte serão disponibilizadas no próximo ano
Sesc informa que ações de cultura e esporte serão disponibilizadas no próximo ano - FOTO: Mogi News/Arquivo
A cerimônia de transferência do Centro Esportivo do Socorro para a direção do Serviço Social do Comércio (Sesc) ocorrerá hoje, com a expectativa da entidade oferecer atividades e serviços até junho do ano que vem.

As últimas pendências para que o Sesc assumisse, de fato, as instalações eram a inauguração do Polo de Segurança, concluída no sábado retrasado, e a saída da Polícia Ambiental, instalada ontem no parque Leon Feffer.

Segundo a coordenadora da assessoria jurídica do Sesc, Carla Bertucci Barbieri, até o final deste ano serão realizadas obras de reforma e ampliação, trabalho que se estenderá até o início do próximo ano. Para o primeiro semestre de 2021, atividades voltadas à cultura e ao esporte já estarão disponíveis para a população em geral. "Vamos reformar o que já está instalado na unidade. Estimamos que no primeiro semestre do ano que vem a gente já tenha atividades esportivas, como ginástica, além de espaços expositivos", afirmou Carla.

No papel, a associação iniciou a gerência do, ainda, Centro Esportivo do Socorro em 11 de março, quando o prefeito Marcus Melo (PSDB), junto da presença do presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), Abram Szajman, assinou o documento de transferência do terreno.

Carla ainda informou que o Sesc não descarta a instalação de um ponto fixo de atendimento à população ainda neste ano, para que dúvidas sobre os serviços sejam esclarecidas e cadastros comecem a ser realizados. 

Sobre a unidade definitiva a ser instalada no município, não há prazo estabelecido no momento. Entretanto, o projeto arquitetônico já foi iniciado e continuou a ser executado mesmo durante a pandemia. "Por parte do Sesc não tivemos paralisação. A gente continuou com o projeto arquitetônico, demos andamento na escritura e outros avanços para a execução desta fase inicial", completou.

Segundo o secretário municipal de Cultura, Mateus Sartori, os investimentos que o Sesc aplicará no município são significativos. "Um ano de investimento do Sesc é a mesma coisa que dez anos da Secretaria Municipal da Cultura. O Sesc é uma referência mundial, fazer parte do circuito do Sesc é muito importante", comparou Sartori.

Todas as atividades que eram realizadas no Centro Esportivo do Socorro foram transferidas para outros locais, como o judô, que agora funciona no Pró-Hiper do Mogilar. A atividade de ginástica agora ocorre no Parque da Cidade, no bairro Parque Santana, assim como outras atividades que também funcionam no local.

Atrasos

A vinda do Sesc para a cidade sofreu atrasados em relação ao plano traçado inicialmente, principalmente por intervenção legal. O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) suspendeu, por meio de uma medida liminar, a cessão da área do à entidade e obrigou a Prefeitura a refazer o projeto de lei, desta vez doando o espaço em definitivo ao Sesc.

Deixe uma resposta

Comentários