EUA executam preso federal por injeção letal

Horas depois de a Suprema Corte dos EUA ter rejeitado uma contestação judicial de última hora, com uma votação de 5 a 4, o Departamento de Justiça determinou a execução de um homem de 47 anos pelo assassinato, em 1996, de três pessoas da mesma família. Essa foi a primeira execução federal em mais de 17 anos.

Daniel Lewis Lee, que já foi supremacista branco, mas abandonou o movimento, foi executado por injeção letal na penitenciária federal de Terre Haute, em Indiana. Lee foi declarado morto às 8h07 locais (9h07 em Brasília). "Vocês estão matando um homem inocente", disse ele antes de ser morto. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários