Taxa de letalidade por Covid tem leve retração

A taxa de letalidade para o coronavírus em Mogi das Cruzes apresentou leve queda nos últimos dias. No início de junho, o índice era de 8,3% e, atualmente, com os dados divulgados ontem pela Secretaria de Saúde, a taxa de letalidade caiu para 7,8%. Mesmo com a redução, o índice continua superior ao do Estado de São Paulo, do Brasil e de outros países que também sofrem com os impactos da Covid-19.

Segundo registros da Secretaria de Saúde, o município possuía ontem 2.226 casos confirmados para a Covid-19 e 174 óbitos. A taxa, ou coeficiente de letalidade, é a proporção entre o número de mortes e o total de contaminados pelo coronavírus.

Os dados referentes a Mogi das Cruzes continuam a representar que a cada cem pessoas infectadas pelo coronavírus, na média, quase oito não resistiram e vieram a óbito no município desde o início da pandemia, no mês de março.

A título de comparação, a relação entre casos e mortes em Mogi continua sendo superior a do Brasil, que até ontem, de acordo com o portal da Universidade Johns Hopkins, possuía 1.448.753 contaminados e 61.884 vítimas fatais, resultando na taxa de letalidade de 4,2%, também menor do que a registrada há um mês, quando a letalidade era de 5,4%. No Estado de São Paulo, os índices são semelhantes. Com 302.179 confirmações de contaminados e 15.351 mortes, a taxa de letalidade é de 5%.

O município apresenta taxa menor, por exemplo, que a Itália, país que foi por semanas o epicentro da doença no mundo. A taxa de letalidade do coronavírus na Itália é de 14,4%, onde, dos 240.961 contaminados pelo vírus, 34.818 vieram a óbito. (F.A.)

Deixe uma resposta

Comentários