Obras do Cias, no Rodeio, têm 62% dos serviços concluídos

Uma das maiores obras da Saúde de Mogi das Cruzes, o Complexo Integração de Atenção à Saúde (Cias) segue em construção no bairro do Rodeio e já se encaminha para a reta final. As obras do equipamento de saúde estão com 62% dos serviços concluídos, sendo realizada atualmente a execução da estrutura de cobertura e fechamentos laterais.

Com 3,7 mil metros quadrados de construção, o espaço é projetado para abrigar quatro importantes equipamentos de saúde: Pró-Hiper, Clínica do Homem, UnicaFisio e Clínica da Pessoa com Deficiência. Segundo a Prefeitura, o Cias é o segundo equipamento de saúde mais importante que está sendo construído, atrás apenas da Maternidade Municipal.

O projeto do Cias prevê a construção de um prédio com dois pavimentos planejados para ofertar diversos serviços de saúde. A Clínica do Homem, por exemplo, oferecerá atendimento ambulatorial especializado na saúde do público masculino, com consultas e exames especializados, como urologia e cardiologia, além de atendimentos de promoção à saúde. 

Já a área destinada ao Pró-Hiper será implantada para substituição do prédio atual, no bairro do Mogilar, promovendo uma nova infraestrutura que permitirá ampliar a capacidade de atendimento, com mais conforto para os idosos. O espaço contará com academia, quadra de vôlei, piscinas cobertas (para uso terapêutico e recreativo), além de vestiários e sanitários.

O projeto prevê ainda a implantação de uma nova unidade da UnicaFisio, que garantirá atendimentos de reabilitação e fisioterapia já consolidados no distrito de Braz Cubas, agora em outra região da cidade. "A futura unidade realizará tratamentos fisioterápicos diversos, como eletroterapia, termoterapia, mecanoterapia e escola da coluna", explicou o secretário municipal de Saúde, Henrique Naufel.

A novidade será a Clínica da Pessoa com Deficiência, um Centro Especializado em Reabilitação Física, Intelectual e Visual com o objetivo de ampliar a oferta de atenção especializada com serviços voltados para pessoas com deficiência intelectual, autismo, deficiência física ou visual.

O foco será promover a reeducação de suas funções cognitivas, físicas, sensoriais e sociais. A nova unidade complementará a Rede de Atendimento à Pessoa com Deficiência.

Deixe uma resposta

Comentários