Danilo Fuzaro e André Góes deixam o Mogi rumo a Franca

Fuzaro chegou a defender
a seleção brasileira
Fuzaro chegou a defender a seleção brasileira - FOTO: Mogi News
O final de semana foi duro para o torcedor do Mogi Basquete, que viu dois de seus principais jogadores deixarem o clube. O ala-armador Danilo Fuzaro e o ala André Góes, que estiveram na última temporada com a equipe mogiana, não fazem mais parte do elenco do clube. Ambos foram anunciados como reforços de Franca.

Fuzaro, que chegou a jogar pela seleção brasileira no ano passado, foi o primeiro a ser anunciado. O ala-armador teve ótimas partidas pela equipe mogiana e, com o fim do contrato com o clube, estava livre para negociar com outros clubes. Com 26 anos e 1,93 metro, Fuzaro foi a primeira contratação de Franca para a temporada, um dos poucos clubes brasileiros a anunciar reforços em meio à pandemia. O ala atuou com a camisa mogiana em 24 oportunidades no Novo Basquete Brasil (NBB), com médias de 17,3 pontos e 4,3 rebotes.

Já André Góes está de volta à equipe em que atuou na temporada 2018/2019. Anunciado no último domingo, o ala deixa o Mogi Basquete após uma temporada marcada pela conexão com a torcida. Nas redes sociais, Góes agradeceu à torcida e ao clube mogiano. "Prazer fazer parte dessa grande equipe. Vivi momentos únicos e inesquecíveis nesse ano e com certeza lembrarei sempre com muito carinho", escreveu o ala. A torcida mogiana retribuiu o carinho com o atleta, desejando sorte no novo clube.

A assessoria do Mogi Basquete informou que, no momento, o time está em tratativas com os atuais patrocinadores para tentar validar a continuidade e também prospectando novos parceiros e patrocinadores. O clube ainda confirmou a vontade de continuar com os jogadores que fizeram parte da equipe na última temporada. "Eles estão livres para negociar com outras equipes, como ocorreu com os dois que foram anunciados pelo Franca", explicou o clube por nota.

Para a torcida, fica o sentimento de que o clube perde em qualidade e experiência. O fiel torcedor Wagner Lorijola, que sempre marca presença nas arquibancadas, afirmou que a sondagem de grandes clubes pelos atletas já era esperada, pela boa temporada que os atletas fizeram. "Por enquanto, tem muitos jogadores no mercado que poderiam se encaixar no esquema do Guerrinha, como o Jimmy, caso ele não permaneça no Franca", comentou. Para Lorijola e boa parte dos torcedores, o mais importante neste momento é a manutenção do treinador Jorge Guerra, o Guerrinha, para a próxima temporada.

Deixe uma resposta

Comentários