Atendimento presencial precisa de agendamento

Os profissionais da arte e cultura de Mogi das Cruzes que estejam com dificuldades para se inscrever de forma on-line na segunda fase da Movi.Ar - Mostra Virtual: A Arte não Esqueceu de Você - Movi.Ar - precisarão agendar previamente atendimento presencial na Secretaria de Cultura e Turismo. O telefone para contato é o 4798-6900 e o serviço começou a ser oferecido ontem.

Além do agendamento, os interessados precisam levar os originais de documentos como RG, CPF e comprovante de residência e também ter em mãos a descrição da proposta, datas e horário de exibições definidos, link demonstrativo da proposta apresentada, link do material que comprove atuação na área nos últimos dois anos e plano de aula, em se tratando de atividades de formação.

Também é preciso estar em dia com as certidões negativas de débitos referentes a tributos federais, estaduais, municipais, trabalhistas e FTGS.

O período de inscrições para a segunda fase da Movi-Ar se estende até 17 de julho. A mostra em si acontecerá entre os meses de setembro e novembro de 2020 e podem se inscrever os profissionais de arte e cultura residentes do município, que estejam cadastrados na Secretaria de Cultura e Turismo e também que estejam impossibilitados de exercer suas funções, em decorrência da pandemia. A expectativa é selecionar 120 artistas.

Cada profissional poderá inscrever ou participar de apenas uma proposta, recebendo recursos. A proposta não deve concentrar mais de três profissionais, nem ter presença de público. Todos os interessados devem estar cadastrados na Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e precisam atualizar seus dados no sistema, pois foram incluídos novos campos para atender a lei emergencial Aldir Blanc (14.017, de 29 de junho de 2020).

A Movi.Ar visa dar apoio aos profissionais da arte, cultura e turismo, que tiveram suas atividades paralisadas em função da crise gerada pelo novo coronavírus, diminuindo assim o impacto no setor cultural.

Os valores a serem pagos estão baseados no edital 045/2019 e são de R$ 400 por mês para propostas com um integrante, R$ 800 para propostas com dois integrantes e R$ 1.200 para propostas com três integrantes, que é o máximo permitido. O auxílio será concedido pelo período de três meses.

Além do apoio financeiro e o estímulo ao desenvolvimento de atividades online, a mostra também garante o acesso à cultura, ao turismo e ao entretenimento por parte das pessoas que seguem em casa, cumprindo isolamento social.