Representantes da cultura se reúnem com prefeito

Representantes do Fórum Permanente de Cultura de Poá, Marco Senna, Gisele Magalhães e Wagner Rogério se reuniram na tarde de ontem com o prefeito de Poá, Gian Lopes (PL). O objetivo foi discutir dúvidas acerca da Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. O projeto de lei aprovado na Câmara e no Senado prevê a destinação de recursos federais para o setor cultural.

"Agradeço a presença dos representantes do Fórum Permanente de Cultura de Poá e vamos unir forças para conseguir a liberação desses recursos o mais rápido possível para os nossos artistas. Esta reunião foi importantíssima para construirmos um caminho e para que o dinheiro seja liberado com agilidade e transparência. Seguimos à disposição do Fórum para auxiliar no que for necessário", comentou o prefeito Gian Lopes.

O texto da Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc prevê o pagamento de três parcelas de um auxílio emergencial de R$ 600 mensais para os trabalhadores da área cultural, além de um subsídio para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas e organizações comunitárias.

Também participaram da reunião o chefe de Gabinete, Rogério Tarento, os secretários de Cultura, Fernando Rodriguez Molina Junior e de Administração, Alexandre Provisor, o presidente da Câmara, David de Araújo Campos (PL), o Tio Deivão e o procurador jurídico, Dr. Guido Pulice Boni.