Mogi terá R$ 1 milhão para monitoramento

A Câmara de Mogi das Cruzes aprovou ontem o projeto que ratifica o repasse de R$ 1.018.432,48 para a implantação do Sistema de Informações Geográficas para Monitoramento e Fiscalização Integrado da Área de Proteção e Recuperação dos Mananciais de Mogi das Cruzes. O repasse foi feito pelo Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro).

Segundo o secretário de Planejamento e Urbanismo, Cláudio de Faria Rodrigues, este é um passo importante para a Pasta no que tange ao monitoramento de áreas isoladas do município.

"A secretaria apresentou recentemente ao Fehidro este projeto importante para a região sul do município, que corresponde ao Parque das Varinhas, Taiaçupeba, dentre outros distritos que também estão na área de proteção e recuperação de mananciais", lembrou Rodrigues. "Esse projeto é para termos um sistema de informações geográficas para monitorar e fiscalizar essa área", completou.

Com cerca de R$ 1 milhão a serem destinados aos cofres mogianos, duas ações relevantes serão realizadas dentro do planejamento do Executivo. O primeiro passo a ser concluído é o levantamento de dados por meio de fotografias aéreas de alta resolução desta região de cerca de 349 quilômetros quadrados. Tais informações serão fundamentais para a elaboração e implantação de políticas públicas de agricultura, educação, saúde e segurança da região.

Também na sessão de ontem, os vereadores reclamaram das extensas filas da Farmácia de Alto Custo localizada na região central do município. O vereador Antonio Lino (PSD) prometeu que levará a situação aos deputados estaduais para que estes tomem providências. "Tive vergonha de ser vereador deste município e ver uma situação como aquela", lamentou. (F.A.)

Deixe uma resposta

Comentários