Bom Prato amplia atendimento durante pandemia

Bom Prato de Jundiapeba está previsto para término ainda neste ano
Bom Prato de Jundiapeba está previsto para término ainda neste ano - FOTO: Fotos: Mariana Acioli
Durante a pandemia do coronavírus, serviços que já possuíam relevância se tornaram fundamentais, principalmente no que diz respeito ao atendimento de pessoas em vulnerabilidade social. Uma dessas atividades é o restaurante popular Bom Prato, que mudou sua estratégia de distribuição de refeições para atender mais pessoas durante a crise causada pela pandemia.

Com o início das restrições e por determinação do governo do Estado, houve um acréscimo nos serviços prestados pelo Bom Prato. Além do almoço, passou a ser servido jantar e as unidades também entraram em operação aos finais de semana e feriados. Logo, houve um aumento na quantidade de refeições servidas, derivadas dessa ampliação na oferta de serviços e não necessariamente do aumento da procura.

Tais alterações resultaram em um expressivo aumento de usuários do serviço. Atualmente, na unidade de Mogi das Cruzes, de segunda a sexta-feira, são servidos em média 300 cafés da manhã, 1,3 mil almoços e 300 jantares. Aos sábados, domingos e feriados, os números caem para aproximadamente 200 cafés da manhã, de 600 a 900 almoços e 200 jantares. O Bom Prato, em suas condições normais de funcionamento e nesse mesmo período do ano passado, servia diariamente 1,4 mil refeições.

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Mogi das Cruzes informou que, dos 150 cartões disponíveis para a retirada gratuita de refeições, 115 já foram liberados, restando 35 que ainda podem ser emitidos. Isso significa que, diariamente, cerca de 50 pessoas em situação de rua fazem uso do serviço do Bom Prato, usufruindo da gratuidade.

O governo do Estado explicou à reportagem que houve aumento de 60% na quantidade de refeições atendidas durante a pandemia, sendo consumida em sua totalidade pela demanda de pessoas, inclusive nas unidades de Mogi das Cruzes, Suzano, Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos.

Segunda unidade

A construção da segunda unidade do Bom Prato, no distrito de Jundiapeba, está com 34% das obras concluídas. Segundo o Executivo, a fase atual é de implantação do respaldo da laje, montagem das formas e das vigas. A previsão para entrega do equipamento é neste segundo semestre. O investimento da Prefeitura na obra corresponde a R$ 1.033.666,60. O equipamento, que está sendo instalado na esquina da avenida João de Souza Branco com a rua Dr. Francisco Soares Marialva, terá 300 metros quadrados de área construída, com salão para 200 lugares.

Deixe uma resposta

Comentários