Alto Tietê confirma mais 18 mortes e chega a 775 no total

O número de pessoas mortas pelo coronavírus no Alto Tietê chegou a 775 ontem, de acordo com a atualização dos dados promovida ontem pelo Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) em conjunto com as prefeituras das dez cidades da região. Os números levam em conta os casos que ocorreram desde sábado e são 9,32% maiores do que os registrados no começo da semana passada, quando foi divulgada a marca de 708 óbitos.

Somente utilizando os três últimos dias de registro, neste final de semana foram acrescidos mais 18 falecimentos por Covid-19 no Alto Tietê, ao passo que na segunda-feira da semana passada, o acumulo dos três dias havia resultado em mais 14 mortes.

Ontem os casos foram registrados em Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano, sendo que a maioria foi em Ferraz, que no total confirmou mais seis mortes, cinco delas de homens entre 60 e 75 anos. A mulher tinha 63 anos. Em Arujá as duas mortes registradas ontem eram de duas mulheres de 68 e 75 anos, em Santa Isabel as vítimas também eram mulheres, de 51 e 73 anos, já em Poá, as duas vítimas eram do sexo masculino e tinham 58 e 75 anos.

Mogi confirmou a morte de um homem e uma mulher. A primeira vítima tinha 69 anos, já a segunda, 66. Em Suzano a situação é similar à de Mogi: a vítima do sexo masculino tinha 58 anos e a do sexo feminino tinha 42.

Itaquá e Salesópolis foram os municípios que registraram o número mínimo de mortes. No caso de Itaquá, a vítima fatal era um homem de 53 anos, já em Salesópolis a morte confirmada também foi de um homem, mas este tinha 92 anos.

Mogi é o município que acumula mais óbitos, 198 no total, na sequência aparecem Itaquá, com 152, e Suzano, com 136 falecimentos. Somadas, as três cidades detêm 485 confirmações de mortes pela Covid-19, a quantidade de casos representa 62,6% do total de falecimentos em todo o Alto Tietê.